Informativos / Boletins

  • 105 - SÓ O FUTURO DIRÁ!
    29/03/2015

    O que podemos dizer do futuro? O que sabemos sobre o bem ou sobre o mal? Diante destas perguntas, convido o querido irmão a refletir sobre a história de Jó, aprendemos que aos olhos de sua mulher, o futuro era algo totalmente inexistente. Jó perdera todos os bens e filhos ( Jó 1. 6 – 2.1-8), e agora o seu próprio corpo era uma ferida só, restando-lhe apenas as gengivas sadias (Jó 19.20). Ela diz “Ainda conservas a tua integridade? Amaldiçoa a Deus, e morre”. (Jó 2.9). Jó, não obstante a sua condição dramática declara: “falas como qualquer doida; temos recebido o bem de Deus, não receberíamos também o mal?” (Jó 2.10)...

  • 104 - A QUEIXA DÁ LUGAR À ADORAÇÃO
    22/03/2015

    A espera paciente é capaz de transformar pranto em regozijo. O capítulo 3 de Habacuque é um salmo, um poema litúrgico, para ser usado na adoração pública...

  • 103 - Respostas para quem soube esperar...
    15/03/2015

    Diante do sofrimento e do mal no mundo o ser humano pode assumir uma postura de cinismo, ceticismo, indiferença ou revolta. Uma saída melhor é ESPERAR NO SENHOR. Crer que ele nunca falha, mesmo em meio ao Seu temporário silêncio, e que todas as Suas ações são justas e oportunas para o cumprimento dos Seus propósitos...

  • 102 - Assim, não!
    08/03/2015

    Deus respondeu ao pedido de Habacuque, concordando plenamente com sua queixa. O povo violento e injusto merecia o castigo, e Deus o traria logo. Ele prometeu a justiça naquela geração. Mas, o instrumento da ira divina seria o povo caldeu, ou seja, os babilônios. Deus descreveu este povo forte e cruel. Disse que os caldeus faziam suas próprias leis (não respeitando a autoridade de ninguém), destruindo seus inimigos e adorando seu próprio poder como se fosse um Deus...

  • 101 - O Triunfo da Fé – Lidando com o Problema do Mal
    01/03/2015

    No mês de março pregaremos sermões a partir do livro bíblico do profeta Habacuque. O profeta traz a lume os grandes temas que ainda hoje afligem a humanidade. Estava alarmado com a corrupção moral e a apostasia religiosa que haviam tomado conta do seu povo. Parecia que a situação política econômica, moral e espiritual estava fora de controle. O mundo estava de ponta-cabeça....

Páginas