Apresentando nossa causa diante de Deus

que se opõem a Deus, mas Deus, que ele vê como um "poderoso valente", vai lutar por ele e sabe de antemão quem vencerá.

                O olhar de Jeremias para Deus faz toda a diferença e enche o seu coração de coragem. O que ele enfrentava demanda coragem. O que ele enfrentaria demandaria coragem.

Quando lemos as páginas seguintes do livro que leva seu nome, notamos que Jeremias viveu na certeza que Deus estava ao seu lado.

Se estivermos sendo afligidos por inimigos, devemos buscar a solução que Jeremias encontrou.           Como Jeremias resolve o seu problema? A resposta é bastante simples: Jeremias ora.

Eis como devemos resolver nossos problemas: orando.

                Se nosso sofrimento vem de nossa fidelidade a Deus, em forma de perseguição, rejeição, ou ameaça, oremos a Deus para nos dar força para enfrentarmos o Pasur que nos ataca.

                 Aprendemos que, diante dos problemas, devemos olhar menos para eles e mais para Deus. Enquanto os problemas nos olham, devemos olhar para Deus. É Deus quem deve fazer arder o nosso coração, não pessoas, coisas, causas ou problemas.

                O problema de Jeremias era imenso. Seu chefe religioso o sacerdote Pasur, filho do sumo-sacerdote Imer queria que ele mudasse a mensagem. Autorizado por seu pai, tinha poder para torturá-lo e prender, como o fez. Seu chefe político, o rei Zedequias, estava desgostoso, porque o profeta só falava de desgraça. Por isto, tentava alugá-lo para mentir. Seus assessores de marketing não podiam contar com uma palavra sequer para motivar o povo. A vida de Jeremias estava nas mãos do sistema religioso e político.

                Jeremias não olhou para Pasur. Jeremias não olhou para Zedequias. Jeremias olhou para Deus.  Como Jeremias, precisamos ter a coragem de entregar o destino dos nossos problemas a Deus. Ele dará um jeito nele, que nós não saberemos dar.

Como perdoaremos a quem nos ofende, se não for Deus a perdoá-los por nós?

Como enfrentaremos as nossas enfermidades, se Deus não estiver do nosso lado?

Como termos forças para enfrentar as perseguições, se Deus não nos fortalecer?

Como cantaremos como Silas e Paulo, se Deus não puser em nossos lábios as canções?

                Como Jeremias, precisamos confiar a Deus as nossas causas, sejam quais forem.

 

Rev. Carlos Roberto (Bob)