Reflexões

  • O que tem pesado sua alma?

     Você já teve que andar carregando uma bolsa pesada durante muito tempo sem a ajuda de ninguém? Ficou com dor? Pensou em desistir? Conte como foi essa experiência. Somos movidos e direcionados pelo fator TEMPO, nossa agenda requer atenção e dedicação. Somos muito impactados pelos efeitos do que nos aconteceu, do que nos acontece e sobre o que nos acontecerá. Vamos ler este trecho de Salmos 42.2-8. Existem ataques em nossas almas que promovem um peso inevitável. Como desvencilhar-se disso? Como encarar e viver com estes ataques?

  • A Esperança da Angústia

    Na minha angústia, clamei ao Senhor, e ele me respondeu; do ventre do abismo, gritei, e tu me ouviste a voz”.Jonas 2.2

    O livro de Jonas desperta o nosso imaginário, pois, a sua história é uma oportunidade de interrogarmos sobre nossa missão e vocação. Sobre o que temos de particular e único. Numa conscientização coerente e relevante de que, o que temos de fazer nesta vida, ninguém pode fazer em nosso lugar.

  • Perdão, a faxina da alma

    O perdão é a cura das memórias, a assepsia do coração, a faxina da alma. O perdão é uma necessidade vital e uma condição indispensável para termos uma vida em paz com Deus, com nós mesmos e com o próximo. Uma vez que somos falhos e pecadores, estamos sujeitos a erros. Por essa razão, temos motivos de queixas uns contra os outros. As pessoas nos decepcionam e nós decepcionamos as pessoas.

  • Pessoas não mudam

    Pessoas não mudam. Essa é a tese de Paul Bronson, em seu livro O que devo fazer da minha vida? (Editora Nova Fronteira). Depois de mais de 900 entrevistas, Bronson conta a história de 40 pessoas e chega à conclusão de que as pessoas falam em mudar, mas na verdade, mudam apenas quando não têm alternativa.

  • Como lidar com o drama da depressão

    A depressão é uma doença. Ela atinge todas as faixas etárias, todas as classes sociais e todos os segmentos religiosos. A depressão é uma doença grave que desencadeia outros problemas devastadores na vida humana. A depressão é uma doença ainda cercada de tabus e mistérios. Há aqueles que atribuem toda doença da mente aos demônios e os que julgam que a depressão é conseqüência direta de algum pecado não confessado. Reafirmamos que a depressão pode estar ligada a envolvimento com ocultismo e com pecados inconfessos.

  • Uma Igreja Viva não poupa lugares, palavras...para ensinar

    Paulo sempre buscou as sinagogas para alcançar os religiosos. Sempre que Paulo chegava numa cidade, procurava ali uma sinagoga. Sabia que nesse ambiente religioso, judeus e pessoas tementes a Deus se reuniam para estudar a lei e orar. Seu propósito era argumentar com essas pessoas, a partir do Antigo Testamento, que o Jesus histórico é o Messias, o Salvador do mundo.

  • Perseverança ao Semear

    Um novo dia nasce em nossa vida. É dia de semear, de lançar boas sementes. Só colhe bons frutos quem lança boas sementes. Só colhe bons frutos quem lança boas sementes. O sonho de cada pessoa é colher felicidade. Ninguém nasce para ser infeliz. Sonhamos todos com uma colheita farta de felicidade. Mas, para colher, é preciso primeiro plantar. Acontece, porém, que nos esquecemos de semear ou nos cansamos de semear. E depois nos surpreendemos quando a colheita boa não vem. Como colher se não semeamos.

  • Posicione-se para receber, não para resistir

    A nota de 1 real se encontrou com a nota de 20 reais e lhe perguntou:

    - Ei, onde você esteve? Não tenho visto você por aqui.

                    A nota de 20 respondeu:

    - Passei um tempo nos cassinos; fui fazer um cruzeiro e passei de mão em mão no navio; voltei ao Brasil durante algum tempo, fui a dois jogos, ao shopping... esse tipo de coisa. E você?

                    A nota de 1 respondeu:

  • Ansiedade, quando o futuro parece sombrio

    Ansiedade é a doença mais democrática da nossa geração. Atinge pobres e ricos, jovens e velhos, doutores e analfabetos, cristãos e ateus. Ansiedade é ocupar-se com um problema que ainda não está acontecendo. É sofrer antecipadamente. É deixar de viver de forma plena hoje com medo do amanhã. A ansiedade é o estrangulamento da alma, a asfixia das emoções, o cárcere da esperança.

    Vamos examinar três pontos importantes sobre o assunto em tela:

Páginas